SEDCAR - Sindicato dos Empregadores Domésticos de Campinas e Região
           
 
 
 
 
HOME
 
SEDCAR
 
NOTÍCIAS
 
DÚVIDAS
 
JURÍDICO
 
e-SOCIAL DOMÉSTICO
 
PLANOS
 
CONTATO
             
 
 
     
NOTÍCIAS
     
 
SEDCAR - Sindicato dos Empregadores Domésticos de Campinas e Região
 

  Notícias

  Editais

  Informativos

  Perguntas Frequentes

  Downloads
 
 
Notícia - Empregada Doméstica pode ter que devolver Auxílio Emergencial 05 de março de 2021
Empregada Doméstica pode ter que devolver Auxílio Emergencial

A notícia surpreendeu todo o país, e de maneira muito negativa para a maioria, já que muitos brasileiros talvez tenham que devolver auxílio emergencial recebido em todos os meses de 2020.

Para piorar, a própria Receita Federal informou que os valores recebidos a título de auxílio emergencial seriam considerados como tributáveis e deveriam ser declarados como tal.

Isso significa que, se a empregada doméstica tiver recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76, aí incluídos os valores do auxílio emergencial, terá de devolver todos os valores.

É preciso devolver auxílio emergencial para a Receita Federal?

O auxílio emergencial foi o pagamento de R$ 600 ou R$ 1.200 a trabalhadores informais entre abril e agosto de 2020.

Entre setembro e dezembro, o valor foi reduzido pela metade, e passou a se chamar auxílio emergencial residual.

Rendimentos tributáveis, por sua vez, são aqueles sobre os quais é preciso pagar imposto de renda, como salário, pensões, renda de aluguel, etc.

E lembre-se: os valores do auxílio emergencial também foram considerados rendimentos tributáveis pela Receita Federal.

Logo, se somando todos os rendimentos tributáveis de 2020 a doméstica reparar que recebeu mais do que R$ 22.847,76, será obrigada a devolver auxílio emergencial recebido.

Opiniões estão divididas

Especialistas afirmam que era esperado que pessoas que não precisassem do auxílio acabassem se aproveitando da situação para consegui-lo.

Acredita-se que o posicionamento da Receita seja justamente para que aqueles que não fizessem jus ao recebimento do auxílio fossem obrigados a devolvê-lo.

Porém, ao mesmo tempo, por conta de outras regras do Imposto de Renda, algumas pessoas que conseguiram o benefício justamente podem ser obrigadas a devolver o auxílio emergencial.

A Receita Federal ainda estima que cerca de 3 milhões de brasileiros precisem fazer a devolução dos valores.

Fonte: Internet
 
 
SEDCAR - Sindicato dos Empregadores Domésticos de Campinas e Região
 
Sindicato dos Empregadores Domésticos de Campinas e Região
 
 
Campinas: (19) 3235.3007
Ribeirão Preto:
(16) 99717-1602
 
 
INSTITUCIONAL   DÚVIDAS PLANOS
Sede Campinas
Rua Conceição, 233 - Sala 2709
Empresarial Conceição
Centro - Campinas/SP
Palavra do Presidente   Perguntas Frequentes Porque se Associar?

Histórico

 

Downloads

Planos

Certidão Sindical

     

Categorias

  JURÍDICO NOTÍCIAS
Sede Ribeirão Preto
Rua Aureliano Garcia de Oliveira, 372 - Unidade 22 - Nova Riberânia
Ribeirão Preto / SP

Missão

  Serviços

Notícias e Novidades

Base Territorial

 

Atendimento

Editais

Data Base

 

Convenções e Acordos

Informativos